Código penal brasileiro precisa mudar para acabar com festa de ladrões

Leonardo EscaranteNo sábado, 12 de outubro um vigilante sofreu uma tentativa de assalto, o ladrão fechou o vigilante em um farol e apontou sua arma, a vitima que não reagiu entregou as chaves de sua moto, quando o ladrão estava fugindo foi surpreendido por um PM que passava no local e deu voz de prisão, como se não bastasse o ladrão tentou apontar a arma contra o PM que disparou duas vezes contra o ladrão Leonardo Escarante. “Obrigado policial, vai roubar no inferno, a minha moto você não vai levar” disse a vitima.

O vigilante havia filmado toda a ação e o vídeo fez sucesso no YouTube e nas redes sociais, infelizmente Leonardo Escarante não corre o risco de morrer e perdeu a chance de ir para o mundo espiritual tentar ser uma pessoa melhor.

Uma certa vez eu disse em minha postagem que “bandido bom é bandido morto” e volto a apelar para o seguinte fato, o código penal de nosso país é muito conivente com marginais que não podem mais ser recuperados, historicamente vemos que a maioria deles são reincidentes, por tanto, já está mais que provado que não tem jeito, uma vez ladrão sempre ladrão.

Também não há humanidade alguma por mais que se possa justificar uma pessoa que além de tentar roubar, ameaçar a vitima com uma arma ainda tem a audácia de ameaçar o policial, ou seja, isso mostra que ele não se importa com mais nada, particularmente eu fico muito feliz quando leio uma notícia dessa (onde o ladrão se deu mal) por que normalmente nesse país quem se da mal é a vitima e nunca o ladrão.

Pior de tudo, como o ladrão não morreu ele irá preso e depois vai voltar a ser só mais um reincidente roubando novamente e o susto que o sujeito passou não irá amedronta-lo pelo contrário pode ser que ele fique com mais ódio e queira se vingar até mesmo da vitima que nada fez, principalmente por que seu comparsa ainda está solto e na filmagem do crime aparece claramente o rosto do delinquente.

Justiça acha mesmo que sujeitos como esse que apontou arma para a vitima e tentou ameaçar o PM tem como ser reintegrado na sociedade? Tem jeito? Neste país o crime compensa, pois você cumpre apenas 1/6 da pena e se a pena máxima é de 30 anos isso significa que você sairá do xilindró depois de cinco anos e como se não bastasse a família do preso recebe quase mil reais do governo valor que nem o bolsa família paga.

Acho que está na hora dos políticos trabalharem e reverem esse maldito código penal e implantar medidas mais enérgicas, claro que eles não se preocupam com isso afinal de contas andam tranquilamente com seus carros blindados, acho que eles só vão começar a se manifestar quando o PCC resolver meter bala em algum governador ou talvez matar o presidente, um senador quem sabe, por que enquanto só prejudicar a população esse código penal que ai está fraco e leviano está de bom tamanho não é mesmo.

A verdade é que o código penal no Brasil é uma vergonha e enquanto ele se manter assim os ladrões como Leonardo Escarante vão se sentir a vontade para cometer as diversas barbarias que se possa imaginar e isso inclui menores infratores também que por causa da minoridade fazem o que querem não acha que está na hora de darmos um basta, por que históricas como essa é só mais uma e com certeza teremos muitas outras nos próximos dias por que virou terra sem lei onde a pena máxima é de cinco anos e o resultado só pode ser esse, crimes e violência.

Anúncios

Sobre Thiago

Thiago Pereira de Brito (29) Jaraguá – São Paulo – SP é um cidadão que já teve de logo cedo lutar para viver, nascido no hospital Cruz Azul estava tentando ganhar peso suficiente já que nasceu fraco, mas infelizmente o excesso de oxigenação queimou o globo ocular de sua visão direita e o deixou sem entrada de luz e também afetou consideravelmente o olho esquerdo do qual enxerga estimados trinta por cento. O primeiro grande desafio do Thiago venho na infância a escolha de uma escola normal ou especial não parecia uma decisão muito fácil, mas, Thiago escolheu de bate pronto o que queria enfrentar e durante boa parte de sua vida enfrentou dificuldades sendo que a maior delas foi a sua própria alfabetização. Hoje Thiago trabalha como analista de suporte à redes por uma grande empresa, formado em ciência da computação tem uma história vencedora que você pode conhecer neste site acessando a seção História de Thiago.
Esse post foi publicado em Opinião e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Código penal brasileiro precisa mudar para acabar com festa de ladrões

  1. nitinha disse:

    concordo com vc e assino embaixo.

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s