O sonho mais terrível que eu já tive em 28 anos de vida

pessoa dormindoThiago curiosidades? Não tem uma seção em meu blog onde eu pudesse expor este tipo de experiência, mas, acho importante dividir por que pode se passar muitos anos até que eu consiga entender como o meu cérebro produziu algo tão horrendo a ponto de me fazer chorar e morrer de medo na manhã desta segunda-feira.

Ao longo dos meus 28 anos eu nunca na minha vida sonhei algo tão apavorante e assustador onde nenhum filme de terror, nem mesmo as cenas de crueldade do filme “Doce Vingança” é fraco perto do que eu vivenciei e mais preocupante ainda de tentar entender o significado disso tudo, não há uma consciência que se tiver só um pouquinho de bons sentimentos em seu coração fica atordoado mesmo sabendo que isso foi apenas um sonho ruim.

Na noite desta segunda-feira, 16 de dezembro de 2013 – eu sonhei que me encontrava em uma possível civilização antiga com muito mato e cabanas ou talvez casas de barro onde provavelmente não tinha tecnologia alguma e provavelmente era quase tudo muito primitivo, ainda assim, pude notar claramente roupas dos tempos de hoje embora simples, mas, o matagal e as florestas lembram e muito a série de filmes de “Xena a Princesa Guerreira” só que sem os cavalos e os aparatos de guerra, ou ainda, aquele clube de campo do filme “Doce Vingança” isolado de qualquer tecnologia, mas, com o mesmo ou se não pior grau de violência que estava por vir.

No meu sonho eu era testemunha de algo em torno de seis crimes aproximadamente, aliais crimes não, assisti quieto como espectador há diversos assassinatos deliberados e covardes a sangue frio por pura e simples diversão, sem lógica, sem propósito e sem motivo, era um prazer apenas e somente matar. Nem eu sei como isso começou e acho que não saberei como terminou, pois o sonho era tão violento e cruel que minha consciência não pode aguentar a agonia e assim ver o desfeche deste pesadelo terrível que não sei de onde meu cérebro tirou.

O sonho em detalhes que me lembro:

Estava em uma civilização provavelmente antiga onde só tinha mato e florestas e um grupo de adolescentes, uma garota e nenhum adulto maior de 30 anos, provavelmente eram jovens de 16 a 25 anos ou talvez de 16 a 21 no máximo.

Em quanto estava sonhando achei que estava apenas assistindo a um filme de terror, mas, ao acordar me lembrei de que não estava em casa vendo TV a cabo, mas, sim de fato dentro dessa civilização, escondido na espreita entre as pedras com medo de ser visto presenciando e sem entender quando um dos jovens (não conheço ninguém) ou reconheço disse “vamos matar alguns amigos”, então a partir deste momento em diante comecei a testemunhar covarde e na moita cenas de puro primitivismo, selvageria e assassinato de uma forma tão intensa e real que no sonho só me questionava “Como pode?” sem poder de reação para mais nada em resumo foram mais ou menos seis e quase todos da mesma forma mais ou menos assim:

O grupo de duas ou três desses jovens que citei que disseram “vamos matar alguns amigos” se escondiam nessa vasta floresta primitiva e visualizavam quietas e sem respirar sua vitima, de repente apareciam em dois ou três. Cercavam a vitima e desferiam de forma violenta e sem objetividade golpes na cabeça e no corpo todo, enquanto um ou dois deles segurava o outro aplicava golpes, o objetivo claramente era torturar e matar, pois antes de qualquer coisa arrancava-se da vitima algum membro seja ela perna ou braço ou até mesmo algum dedo – estava longe demais no sonho para ver em detalhes em sua maioria sem nenhum acessório a mais a não ser um garoto gordo que recebeu em sua execução uma correntada dessas de ferro que levanta baldes de poço enquanto desferia chutes no estomago, neste sonho eu testemunhei uma garota e cinco rapazes sendo cruelmente executados como animais e ver as vitimas incapazes de se defender e causando em mim um sentimento de pavor tão profundo que não parecia preocupado comigo mesmo, mas, sim com a forma pelo qual a brincadeira de crueldade deste pequeno grupo desprezava a vida de seu semelhante de uma maneira que não tem como descrever.

Ao acordar pasmo e chorando (acho que o sonho não teve o seu verdadeiro fim) naquele momento por que provavelmente acordei antes dele terminar diante de minha lucidez mental não consegui imaginar que filme ou algo vi no decorrer de meus últimos dias a ponto de produzir sensações de sonho tão perturbadoras onde eu desejaria ter pesadelos e sonhando com monstros, coisas que ao acordar julgaria “não reais” do que assistir sem poder fazer nada a agonia das vitimas que perderam suas vidas em questão de apenas três minutos onde uma luta de vale tudo é algo consideravelmente bem menos pesado para a consciência do que testemunhar tamanha barbárie.

É uma violência extrema que eu nunca tinha experimentado apesar de me lembrar que em minha adolescência me lembro de um programa da Rede Globo que me fazia muito mal chamado “Linha direta” onde as simulações de assassinatos eram parecidas com as vivenciada em meu sonho me faziam ter pavor do “mundo lá fora” com a diferença que a modernidade de nossa civilização atual existe facas, armas e outras coisas que permitem uma morte mais rápida quando comparada a brutalidade do sonho mais real vivido.

Agora em vigília só me cabe tentar entender a razão de um sonho desses se eu não me recordo de ter visto filme semelhante, muitas explicações irá surgir como vida passada, algum filme de outras encarnações ou até mesmo algo que meu inconsciente percebeu certeza só da pra ter duas sendo a primeira de que eu não devo usar possíveis números da sorte para jogar em produtos lotéricos relacionados a este tipo de sonho e segundo que provavelmente me causa muita comoção e um potencial sentimento de impotência registros de assassinatos de níveis tão frios proporcionados pela conturbada e complexa mente dos seres humanos que podem ser tão selvagens tanto quanto ou se não ainda pior que dos animais, nem tente entender o significado disso por que se você não for forte o bastante este tipo de sonho pode perturbá-lo tanto quanto testemunhar um acidente ao vivo pode perturbar uma pessoa.

Anúncios

Sobre Thiago

Thiago Pereira de Brito (29) Jaraguá – São Paulo – SP é um cidadão que já teve de logo cedo lutar para viver, nascido no hospital Cruz Azul estava tentando ganhar peso suficiente já que nasceu fraco, mas infelizmente o excesso de oxigenação queimou o globo ocular de sua visão direita e o deixou sem entrada de luz e também afetou consideravelmente o olho esquerdo do qual enxerga estimados trinta por cento. O primeiro grande desafio do Thiago venho na infância a escolha de uma escola normal ou especial não parecia uma decisão muito fácil, mas, Thiago escolheu de bate pronto o que queria enfrentar e durante boa parte de sua vida enfrentou dificuldades sendo que a maior delas foi a sua própria alfabetização. Hoje Thiago trabalha como analista de suporte à redes por uma grande empresa, formado em ciência da computação tem uma história vencedora que você pode conhecer neste site acessando a seção História de Thiago.
Esse post foi publicado em Thiago curiosidades e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para O sonho mais terrível que eu já tive em 28 anos de vida

  1. paulo bueno disse:

    vcé muito criativo
    pra ter um sonho destes.

  2. Julio disse:

    This storie is similar with the “The Hunger Games” movie. Did you watch this movie ? If you didn’t watch, I think you need to watching, because is very similar.

    • Thiago disse:

      Thanks a lot to your comment. I never watched this movie but i already talk about in Brazil this movie know as “Jogos Vorazes”. I will watch to compare stories.

      Thank you so much.

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s