A absurda e irracional truculência da CBF

CBF FIFAHá algum tempo o futebol brasileiro vem sofrendo com uma monstruosa arbitrariedade da Confederação Brasileira de Futebol que se acentua mais gravemente no fim de 2013 com o Bom Senso FC movimento de jogadores que pede mudanças no futebol e o polêmico rebaixamento da Portuguesa.

Uma entidade privada que pensa estar acima das leis de seus país tão arrogante que até os dirigentes de nosso governo prefere manter distancia da FIFA e CBF, tal arrogância está mais acentuada agora com os longos capítulos que vem por ai na briga entre CBF, MP-SP e Portuguesa onde para a CBF tudo o que interessa é manter o Fluminense na elite do futebol brasileiro não importa se ela errou em não publicar em tempo hábil a punição ao jogador Héverton quebrando assim o estatuto do torcedor, liminares também pouco importa, se tiver que passar por cima da justiça comum eles passam, para eles não significa nada.

É muito estranho toda essa confiança, eles já experimentaram a ira de um clube que não concordou com rebaixamento imposto pelo STJD e foi resolver na justiça comum a questão e nem mesmo as ameaças intimidadoras da CBF e FIFA foram suficientes para impedir que o Gama lutasse pela permanência na Série A de 2000, se a justiça decide algo como pode o clube vencedor ser punido esportivamente? O Gama havia processado até a FIFA que logo recuou e pediu para incluir o Gama, além disso, a constituição brasileira permite as entidades esportivas o direito a justiça ordinária, o que a CBF está fazendo é tentar privar os clubes deste direito.

MP-SPNão é normal também um juiz dar uma liminar favorável a um clube por meio de ações de seus torcedores sem ter certeza do mérito, assim como não é normal o ministério público comprar essa briga se não tiver certeza de que o estatuto do torcedor foi ferido, por tanto, sim é ilegal a punição imposta a Héverton e André Santos respectivamente atletas da Portuguesa e Flamengo, simplesmente pelo fato de não constar no site da entidade sendo publicada posteriormente sendo passivo de nulidade a decisão do STJD que é o que está sendo discutido.

Ao invés de reconhecer o erro o que a CBF faz? Caça as liminares é claro e a TAC do MP-SP? Não assina é óbvio, coisa de ditador, prefere correr o risco de ter o campeonato comprometido e com risco de ser parado no meio do caminho, ou a CBF pensa que essa briga já terminou com a sua vitória? Espero que não sejam tão ingênuos.

Para finalizar de forma triunfal sua arrogância e tirania a CBF ainda ameaça desfiliar a Portuguesa caso entre na justiça comum contra a entidade, ou seja, coage o clube covardemente e o impede de lutar pelo seu direito garantido até mesmo pela constituição além é claro de ter aplicado pena desproporcional e absurda e sem jurisprudência, vale lembrar que em 2011 o próprio Fluminense escalou jogador irregular e o mesmo se quer foi julgado pelo STJD e ai quando um clube se sente injustiçado pelo STJD como fica bem claro com a jurisprudência de 2011 e recorre a justiça comum a CBF vem praticar essa barbárie e ainda quer ter razão?

Isso da nojo e ao mesmo tempo da vontade de ver o final desfavorável a entidade só para ver voltarem com o rabo no meio das pernas por que isso já aconteceu antes é que as pessoas tem memória fraca e certamente será pior dessa vez.

PortuguesaEntendo que não é fácil para a Portuguesa comprar essa briga por temer as penas que a FIFA e a CBF pode impor, no entanto, se realmente é quase certo que a Portuguesa tem mesmo o direito de estar na primeira divisão por que houve a infração do estatuto do torcedor não vejo problema em abrir luta contra a CBF por que se sofrer as penas a Portuguesa poderia abrir outros processos contra a CBF uma vez que com isso está impedindo o próprio direito da Portuguesa de lutar e valer o seu direito a CBF tem que aceitar a derrota por que de qualquer modo mesmo que saia vencedor nenhum torcedor de outras agremiações concordou com isso e o Fluminense na Série A promete ser uma conta bem cara.

Valeria tanto a pena correr este risco? É uma arbitrariedade absurda e desnecessária, quem prestou um desserviço ao futebol brasileiro foi o STJD e não os torcedores da Portuguesa, pois se tivesse feito a coisa correta ou ter sido realmente imparcial ninguém se sentiria lesado ou você acha mesmo que uma pessoa perde seu tempo indo as ultimas se não tivesse certeza de seu direito? Me poupe, essa briga só existe por que tem brechas para isso com o agravante que mais uma vez mais o Fluminense é o beneficiado por uma decisão estúpida e sem cabimento de um tribunal desportivo sem credibilidade que não respeita nem mesmo sua própria jurisprudência deixando óbvio que está lá para defender interesses da CBF e por isso o torcedor se revolta.

Eu como torcedor da Sociedade Esportiva Palmeiras me recuso a assistir o campeonato brasileiro de 2014 se o Fluminense estiver na primeira divisão por que entendo que a Portuguesa pode ter culpa pela escalação irregular de seu jogador, mas, não concordo que a punição seja a perda de 4 pontos e sua consequente queda para a segunda divisão devido ao fato que a mesma não foi imposta a Cruzeiro em 2013 e ao próprio Fluminense em 2011 , por tanto, é de uma estupidez falar que moral é estar dentro das regras e usar o CBJD para punir de forma desproporcional a Portuguesa só por que o Fluminense é um time do Rio de Janeiro e maior que a Portuguesa, prova-se a política no futebol que rebaixe a Portuguesa e salve o Fluminense que é mais interessante.

Imagine se cada torcedor entender a minha indignação e se unir de verdade contra a CBF e boicotar o campeonato não indo a estádios e cancelando assinaturas em pay-per-view o que a CBF iria fazer? Continuar a ditadura ou colocar o Fluminense na Série B? Eu farei minha parte, outros torcedores, outras consciências que deveriam fazer sua parte também.

O pacto dos 20 clubes da Série A tão explicado orgulhosamente pelo presidente do Atlético Mineiro é uma grande farsa por que o dia que um clube de porte grande for realmente bem violentado e se sentir prejudicado e perder nas esferas desportivas ele será o primeiro a ir a justiça comum por que nem FIFA e nem CBF vai intimidar clube grande, essa estratégia não funciona mais e isso só irá acabar quando o STJD for sério, mas, hoje é uma extensão da CBF, sim não há dúvidas quem duvida disso tem que usar óculos fundo de garrafa.

CBF VergonhaA tirania da CBF não tem limites e atinge até mesmo os jogadores de futebol que tem suas revindicações justas “negadas” como se jogador fosse um grão de areia e a CBF o grande oceano, justamente o contrário, jogador é a parte mais importante do futebol e a CBF deveria ouvi-los mas o dinheiro fala mais alto como sempre e o bem maior fica para trás até que a revolta comece, assim como fez o Movimento Passe Livre para derrubar as tarifas do transporte coletivo, sua força fez os governos recuarem e o mesmo deve acontecer a CBF é aquele tal ditado se não vai pelo amor vai pela dor.

Estamos diante de um lamaçal no futebol brasileiro que infelizmente será acompanhado por covardes torcedores que deixarão esquecido o caso da Portuguesa caso a CBF consiga gerir o campeonato aos “trancos e barrancos” por que a justiça ordinária é lenta, no entanto, a esperança de acabar com essa tirania está nas mãos da Portuguesa, do Bom senso FC e de todos os torcedores de outras agremiações que acham que está mais do que na hora de colocar a CBF em seu devido lugar, ou seja, uma entidade privada que deve respeitar as leis brasileiras e isso inclui também a FIFA, justiça comum é um direito a todos inclusive clubes de futebol, quero ver se FIFA e CBF vai passar por cima das leis brasileiras, pois, o dia que isso acontecer para mim não interessará mais o futebol, pode acabar.

Anúncios

Sobre Thiago

Thiago Pereira de Brito (29) Jaraguá – São Paulo – SP é um cidadão que já teve de logo cedo lutar para viver, nascido no hospital Cruz Azul estava tentando ganhar peso suficiente já que nasceu fraco, mas infelizmente o excesso de oxigenação queimou o globo ocular de sua visão direita e o deixou sem entrada de luz e também afetou consideravelmente o olho esquerdo do qual enxerga estimados trinta por cento. O primeiro grande desafio do Thiago venho na infância a escolha de uma escola normal ou especial não parecia uma decisão muito fácil, mas, Thiago escolheu de bate pronto o que queria enfrentar e durante boa parte de sua vida enfrentou dificuldades sendo que a maior delas foi a sua própria alfabetização. Hoje Thiago trabalha como analista de suporte à redes por uma grande empresa, formado em ciência da computação tem uma história vencedora que você pode conhecer neste site acessando a seção História de Thiago.
Esse post foi publicado em Opinião e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s