Tucanos e “anti petistas” estão cheios de ódio

urna_eletrônicaEste ano pode ser considerado como as eleições do ódio e tanto “petistas” quanto “tucanos” e os “anti petistas” protagonizaram o ódio nas eleições presidenciais de 2014 este sem dúvida nenhuma é o resumo lamentável de nossa democracia que na verdade não foi forte pois não se discutiu argumentos, simplesmente se digladiaram inclusive em certos momentos nossos representantes os dois candidatos a presidência se mostraram indignos para o cargo em função de protagonizarem uma vergonhosa baixaria.

Devo admitir que meu engajamento político este ano e a campanha evidente pela minha preferência me custou muito caro pois até um certo ponto fui vitima deste profundo ódio que não acaba com o fim das eleições e ele será carregado nos próximos 4 anos do segundo mandato de Dilma a candidata vencedora por uma margem pequena de 3 pontos percentuais próximo do que colocava as pesquisas de intenção de voto.

Sou morador de São Paulo e vejo o PSDB tomar conta do estado desde 1995 onde se quer foi ameaçado nem pelo PT tão pouco pelas outras legendas nem mesmo neste ano onde a crise da água nada teve efeito sobre o governador que foi reeleito e soube contornar a crise durante o período de campanha.

Por outro lado os tucanos que não estão no planalto desde 2002 estavam com sangue nos olhos para conseguir “a todo custo” a presidência da república e vem desde os governos (segundo mandato de Lula) até o presente momento desgastando o PT com a corrupção e tem dado resultados pois se não fosse os votos da parte mais pobre do país certamente Aécio teria vencido com ampla e esmagadora vantagem, ainda assim a oposição não seria o partido perfeito para assegurar que o país entrará em uma era pura isenta de corrupção quando este é mais podre do que tudo.

Dilma reeleitaSem dúvida o “anti petismo” tem sido a grande arma do rival para tirar o PT do planalto que tem conseguido sangrar o PT a cada mandato e neste domingo por muito pouco mesmo o PSDB não volta ao poder, mesmo com o escândalo da Petrobras, economia com baixo crescimento, protestos de rua, tentativa de golpe da revista VEJA e a constante associação da mídia e militância tucana de que o PT é o partido mais corrupto do Brasil não foi o suficiente para tirar a reeleição de Dilma, o resultado disso foi a revolta inacreditável das elites e a alegria dos pobres, mas não é bem assim.

É bem verdade que o mapa mostra que Dilma teve ampla vantagem no norte e nordeste enquanto Aécio teve vantagem no Sul. Sudeste e centro oeste, mas sempre foi assim entre PT e PSDB onde está a novidade? A novidade nas eleições de 2014 é que nunca na história o país ficou tão dividido por região como se fosse uma guerra travada entre o Sul do país contra o norte, mas nessas eleições os estados do RJ a parda de vantagem do Aécio no RS e a derrota do próprio Aécio em MG onde ele foi governador acabou determinando sua queda.

Isso significa que os tucanos não podem usar a desculpa de que a parte do país que produz está com Aécio mesmo que o mapa indique isso pois há pessoas que votaram em Dilma sendo de classe alta, média e principalmente baixa, também se fizer um estudo aprofundado verás que na cidade de São Paulo Dilma teria expressiva vantagem nos bairros da periferia da cidade assim como sempre acontece nas eleições municipais, existe um consenso popular de que o PSDB é o partido das elites e o PT dos pobres, mas essa conta não fecha pois não pode existir tanta elite assim já que Aécio obteve 48% dos votos.

Na verdade o PSDB passaria um pouco mais de 30% a 38% dos eleitores o que representa o primeiro turno, esses seriam as tais elites brancas, mas o seu ganho no segundo turno subindo quase 20 pontos percentuais seria subdividido em dois grupos os “anti petistas” e os que preferem uma terceira via.

A conta fecha agora, quem tinha esses 20% do eleitorado? Marina Silva, suponhamos que mais da metade votariam em Aécio, 5% Dilma e os 5% de Aécio seria aqueles que não querem Dilma nem Marina, aquela velha história segundo turno só pode escolher entre os dois então quem não votaria no PT de forma alguma pode votar em Aécio.

Por tanto fica evidente que é um equivoco atribuir a vitoria de Dilma apenas aos estados mais pobres do país embora a grande maioria dos votos em Aécio tenha vindo do Sul, sudeste e Centro Oeste do Brasil, passado este período de eleições o profundo sentimento de revolta e ódio começa a tomar conta dos tucanos e daqueles que não queriam ver o PT no poder por mais 4 anos.

capa Veja - Eles sabiam de tudoFiquei pasmo diante deste cenário ao ver a revolta dos eleitores de Aécio mesmo que por uma margem muito pequena especialmente compreendido pelo fato de que ataques ao governo Dilma não faltaram em especial relacionado a corrupção, mídia, revista VEJA, escândalo da Petrobras entre outros não foram suficientes para colocar o tucano no poder.

É guerra foram as eleições do ódio e admito que isso faz eu até passar mal, vi na página do G1 o portal de notícias da Globo onde a atriz Adriana Teodoro da sinais de surto de desequilíbrio quando é questionada sobre a vitória de Dilma ela diz mais ou menos assim “Eu venho aqui votar no Aécio faço a minha parte de cidadã e ela ganha, desgraçada, maldita eu odeio você, maldita, eu odeio vocês cambada de ladrões e toda a sua corja, maldita, eu te odeio” diz a atriz mais do que um discurso de ódio um surto de desequilíbrio incomum para aqueles que se dizem “informados”.

Eu que moro em São Paulo e nunca estive satisfeito com o governo de SP e que agora enfrenta uma grave crise hídrica nunca cheguei ao ponto de odiar o governador Alckmin a este ponto apesar de achar que ele afeta muito a minha vida com essa política de gestão lenta aplicada aqui no estado eu não consigo chegar a este fundo do poço.

Na mesma página da Globo vejo outro vídeo onde um empresário diz que vai sair do Brasil e cuidar de plantas no Uruguai e para mim toda essa choradeira que se instalou por causa da reeleição de Dilma é patética não creio que o governo de Dilma está tão ruim assim a ponto de justificar todo esse desespero e ódio que os eleitores de Aécio ou aqueles que não querem mais o PT no poder parecem demonstrar, chega a ser ridículo seus argumentos mesmo os intelectuais e os economistas não tem argumentos realmente contundentes para justificar que o Brasil está quebrado, tudo parece exagerado e alardeado.

Talvez a maior frustração por parte daqueles que foram derrotados nas urnas se deve ao fato de que essa foi a eleição mais suja da história onde a mídia, revista VEJA, Globo, redes sociais entre outras coisas alardearam de forma quase que sem tréguas associar o PT ao partido da corrupção ainda que a corrupção tem sido mais combatida no governo do PT, toda essa choradeira é típica de uma militância e um poder elitista de mídia incrédulos que depois de tentar tudo o que se possa imaginar conseguiu sim desgastar o PT mas não evitou sua reeleição, mas como nenhum partido é santo os podres do lado de lá tem notas pequenas ou matérias tímidas e enquanto isso em SP a água está cada vez mais no fim e claro as elites nada falam, capaz até de a culpa ser do PT realmente é ridículo.

Hoje em dia você não pode nem mesmo manifestar seu apoio a este ou aquele candidato que você recebe uma chuva de criticas quando na verdade quem quer que seja que dirija este país tem que prestar serviços a sociedade, não entendo tanto alarde com o governo Dilma até por que o candidato a oposição Aécio Neves não era a melhor opção, vejo muitos argumentos contraditórios, por exemplo, um respeitável projetor espiritual postou que a falta de alternância de poder era ruim em qualquer lugar do mundo, ele tem razão, mas em SP no governo do estado não existe alternância de poder desde 1995 o que diferencia o palácio dos bandeirantes e do planalto? Outro prega que Aécio é mudança, mas o PSDB está cheio de corrupção tanto quanto ou maior a diferença é que essa corrupção tucana é colocada debaixo dos panos, então o Brasil se dividiu literalmente em dois e entrou em guerra ao invés de entrar na política e no fim gerou toda essa revolta como se o presidente fosse mais importante que qualquer outra coisa se esquecendo que elegemos mais 4 cargos este ano além do presidente.

Dilma não terá vida fácil já que a oposilção conseguiu com muita eficácia implantar um “anti petismo” que a cada nova eleição cresce mais e mais, será necessário fechar a torneira da corrupção e investigar tudo doa a quem doer, caso contrário o PT não vai sobreviver na próxima eleição, não adianta gritar impeachment, isso é o cumulo do ridículo do desespero e da falta de respeito a democracia, também não adianta dizer que é necessário dividir o país em dois, acho até bem saudável que os eleitores de Aécio saiam do país como a maioria deles alardeavam, podem ir embora mesmo, só na capital de São Paulo tem 12 milhões e mais de 40 em todo o estado, se 70% for Aécio vai sobrar bastante espaço, Alckmin é governador aqui eu estou insatisfeito e nem por isso eu fico falando essas coisas que vou embora e tudo mais, eu particularmente acho ótimo que todos os tucanos que hoje choram vão embora mesmo, Brasil democrático é isso e impeachment que nada nem mesmo para o Alckmin que muito em breve nos deixará sem água sabe por que? Por que a democracia o escolheu então o aguente por 4 anos mais o mesmo vale para Dilma e parem de chorar e fazer alarde econômico dizendo que o Brasil tá quebrado, inflação em alta, etc isso não cola mais os informados e os indicadores de marcado bateu o desespero dos derrotados o ódio se extenderá pelos próximos 4 anos e eu com minhas posições políticas convictas e com consciência limpa prefiro ficar longe disso por que se o governo está ruim eu aceito a discussão, agora o que eu não aceito é mentira, papo furado e enrolarão que foi o que o Aécio tentou fazer e fracassou, a vitória apertada de Dilma representa apenas duas coisas: 1) A melhora acentuada de vida dos brasileiros mais excluídos e a defesa deste projeto 2) O efeito midiático esmagador conseguiu desgastar o PT de uma tal forma que muitos viram no corrupto PSDB a solução, graças a Deus ou melhor as urnas essa massa perdeu.

Anúncios

Sobre Thiago

Thiago Pereira de Brito (29) Jaraguá – São Paulo – SP é um cidadão que já teve de logo cedo lutar para viver, nascido no hospital Cruz Azul estava tentando ganhar peso suficiente já que nasceu fraco, mas infelizmente o excesso de oxigenação queimou o globo ocular de sua visão direita e o deixou sem entrada de luz e também afetou consideravelmente o olho esquerdo do qual enxerga estimados trinta por cento. O primeiro grande desafio do Thiago venho na infância a escolha de uma escola normal ou especial não parecia uma decisão muito fácil, mas, Thiago escolheu de bate pronto o que queria enfrentar e durante boa parte de sua vida enfrentou dificuldades sendo que a maior delas foi a sua própria alfabetização. Hoje Thiago trabalha como analista de suporte à redes por uma grande empresa, formado em ciência da computação tem uma história vencedora que você pode conhecer neste site acessando a seção História de Thiago.
Esse post foi publicado em Opinião e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s