Red Bull Brasil é o pequeno encardido que sonha em ser grande

redbull-brasilUm tal de “Red Bull Brasil” fará um amistoso na noite deste domingo contra o Palmeiras visando a sua preparação para o Campeonato Paulista onde enfrentará oficialmente os grandes do estado como Corinthians, Santos, São Paulo e o próprio Palmeiras.

Mas esse Red Bull pode virar um São Caetano ou um Brasiliense ou ir mais além? Se depender dos sonhos eles querer criar asas e sair voando por ai, fundado em 2007 o Toro Loko como é conhecido o novo time de Campinas que não tem nem mesmo 10 anos de existência promete aprontar e com esse espírito de um dia ser grande que eles já traçaram seu objetivo para os próximos anos a elite do futebol brasileiro.

Para saber quem é Red Bull que esta noite tenta surpreender o Palmeiras no Allianz Parque reproduzo na integra o texto extraído do site oficial da equipe:

SUBIMOS. E ISSO É APENAS O COMEÇO.NOSSO DESEJO E SONHO PARA OS PRÓXIMOS ANOS É UM SÓ: A SÉRIE A DO CAMPEONATO BRASILEIRO

 Foi uma jornada mais longa e complexa do que imaginávamos, é verdade, mas depois de seis anos batalhando jogo a jogo pelos gramados de São Paulo, podemos soltar o grito do peito: o Red Bull Brasil está na Série A1 do Campeonato Paulista de Futebol. Somos, enfim, um time de primeira divisão.

Apesar das nossas origens austríacas, trilhamos esse caminho “mineiramente”, comendo pelas beiradas, sem grande alarde. Como consequência, muitas pessoas, de torcedores a jornalistas, ainda não fazem a menor ideia de quem diabos é esse tal de Red Bull Brasil que enfrentará Santos, São Paulo, Palmeiras e Corinthians no Paulistão 2015.

(Antes de continuar, abrimos um parêntese: nosso nome é “Red Bull Brasil”, não “RBB”, “RB Brasil” ou “RB Campinas”. Apesar de amarmos nossa casa campineira, trazemos com orgulho no distintivo o nome do nosso país. Fecha parêntese).

Quem somos, afinal? Bom, talvez seja mais fácil começar pelo que “não” somos.

Não somos: “patrocinadores”. Assim como as equipes Red Bull Racing e Scuderia Toro Rosso na Fórmula 1, o Red Bull Brasil é uma iniciativa 100% concebida (no finalzinho de 2007, estreando nos gramados em 2008), administrada e sustentada pela Red Bull, a marca líder do mercado de bebidas energéticas no Brasil e no mundo.

Não somos: “time de empresários”. OK, se aparecer uma proposta irrecusável de alguns milhões de Euros por um dos nossos jogadores, nós podemos, sim, vendê-lo – afinal, também temos contas para pagar. Mas lembrando que lucro no futebol é título.

Não somos: uma iniciativa isolada. O Red Bull Brasil é um de quatro clubes profissionais da Red Bull no mundo. Na Major League Soccer norte-americana, o Red Bull New York conta com os gols da lenda francesa Thierry Henry e já teve em seu elenco o craque brasileiro Juninho Pernambucano. O Red Bull Salzburg é multicampeão da Bundesliga austríaca (o que não deve ser assim tão difícil, presumimos, mas não contem para nossa matriz que pensamos isso) e o RB Leipzig já conquistou a quinta e a quarta divisões alemãs em seu caminho rumo à Bundesliga germânica.

Hora, então, de continuar a conversa pelo que “queremos ser” – e que os nossos dois títulos paulistas em seis anos de existência mostram que, pelo menos em parte, já somos.

Pensando sempre a longo prazo, construímos nos últimos anos um dos centros de treinamento mais bem equipados do futebol brasileiro, nosso CFA (Centro de Formação de Atletas) em Jarinu, a cerca de 60km de Campinas, contando com quatro campos oficiais e alojamento para mais de 150 atletas e funcionários, em uma área de 600 mil m². “Formação” não está só no nome: desde a fundação o Red Bull Brasil investe nas categorias de base. Atualmente, contamos com equipes Sub-14, Sub-15, Sub-17 e Sub-20, que, inclusive, chegou em 3ª lugar no Campeonato Paulista da categoria em 2012.

Nosso desejo e sonho para os próximos anos é um só: a Série A do Campeonato Brasileiro. É uma estrada longa e duríssima, e estamos mais empolgados do que nunca para começar a trilhá-la o mais rápido possível.

Exemplos de como chegar lá, dentro de casa, temos muitos. Podemos nos espelhar em um Carlos Burle, que começamos a apoiar em 2000 e vimos bater o recorde mundial de maior onda surfada na história em 2013. Em um Cacá Bueno, que primeiro vestiu um boné Red Bull em 2004 e, de lá para cá, deu à Red Bull Racing três títulos na Stock Car. Também em um Sandro Dias, que em 15 temporadas como atleta Red Bull tornou-se hexacampeão mundial de skate vertical. Em suma: nós sabemos que chegar ao topo de um esporte é um trabalho de longo prazo, que demanda dedicação total, trabalho duro e honesto e, acima de tudo, paixão quase doentia pelo que se faz. Esse é o nosso DNA.

E é essa paixão que o Red Bull Brasil espera trazer para os gramados da Série A1 paulista em 2015. Nos vemos lá!

(Antes disso, aliás, nos vemos na Copa Paulista, no 2o semestre. Quem sabe não conseguimos beliscar também uma vaguinha na Copa do Brasil?)

RED BULL BRASIL – FICHA TÉCNICA:

Data de fundação: 19 de novembro de 2007

Site: redbullbrasil.com.br

Sede: Campinas (atualmente, mandamos nossos jogos no Estádio Moisés Lucarelli, de propriedade da Ponte Preta).

Mascote: Toro da Silva Loko.

Títulos:

2009 – Campeão Paulista da Segunda Divisão (que na verdade é a quarta divisão do futebol profissional em São Paulo).

2010 – Campeão Paulista da Série A3 e Vice-campeão da Copa Paulista

2011, 2012 e 2013 – Troféu “Pão Que O Diabo Amassou” na Série A2 do Campeonato Paulista

2014 – Vice-campeão Paulista da Série A2

Com este sonho e trabalho duro o Red Bull tem tudo para ser o novo estraga festas do futebol brasileiro e apesar de ser palmeirense de coração espero que esse tal de Red Bull incomode muitos adversários pois precisamos de novos rivais e de preferência fora da capital para mostrar que o futebol paulista é muito poderoso em todo o estado.

Anúncios

Sobre Thiago

Thiago Pereira de Brito (29) Jaraguá – São Paulo – SP é um cidadão que já teve de logo cedo lutar para viver, nascido no hospital Cruz Azul estava tentando ganhar peso suficiente já que nasceu fraco, mas infelizmente o excesso de oxigenação queimou o globo ocular de sua visão direita e o deixou sem entrada de luz e também afetou consideravelmente o olho esquerdo do qual enxerga estimados trinta por cento. O primeiro grande desafio do Thiago venho na infância a escolha de uma escola normal ou especial não parecia uma decisão muito fácil, mas, Thiago escolheu de bate pronto o que queria enfrentar e durante boa parte de sua vida enfrentou dificuldades sendo que a maior delas foi a sua própria alfabetização. Hoje Thiago trabalha como analista de suporte à redes por uma grande empresa, formado em ciência da computação tem uma história vencedora que você pode conhecer neste site acessando a seção História de Thiago.
Esse post foi publicado em Opinião e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s